Google+ Followers

Anúncio Google

terça-feira, 18 de julho de 2017

HOSPITAL MUNICIPAL SALGADO FILHO - PROJETO 40 HORAS - SERVIDORES DO MUNICÍPIO DO RIO SÃO EXCLUÍDOS APÓS LICENÇA MÉDICA OU ESPECIAL


O PROJETO 40 HORAS - ENCARGO ESPECIAL QUE ACRESCENTA ALGUMAS HORAS DIÁRIAS AO REGIME NORMAL DE CADA SERVIDOR, DE ACORDO COM SEU CARGO - PROPICIANDO UM SALÁRIO MELHOR AO SERVIDOR, MAIOR TEMPO DE PERMANÊNCIA NA UNIDADE, MELHOR INTEGRAÇÃO DA EQUIPE MULTIDISCIPLINAR, E QUE ELEVA SIGNIFICATIVAMENTE A PRODUTIVIDADE DA UNIDADE DE SAÚDE, COMPLETOU AGORA NO DIA 11 DE JULHO - 17 ANOS - DE UMA IMPLANTAÇÃO EFETIVA E QUE TROUXE PRINCIPALMENTE PARA A POPULAÇÃO, UMA MELHORA SIGNIFICATIVA NO SEU ATENDIMENTO, DENTRO É CLARO, DESSE CAOS QUE É, INFELIZMENTE A SAÚDE PÚBLICA EM NOSSO ESTADO E MUNICÍPIO.

ALGUNS PROBLEMAS, PORÉM, VEM SENDO REGISTRADOS, COMO POR EXEMPLO, À EXCLUSÃO DO PROJETO, DE PROFISSIONAIS QUE SE AFASTAM POR LICENÇA ESPECIAL (30 DIAS) OU LICENÇA DE SAÚDE (MAIS DE 30 DIAS), QUE AO TENTAR RETORNAR, ESTÃO SENDO IMPEDIDOS, COM BASE EM UM DECRETO DA PREFEITURA, QUE PROÍBE AUMENTO DE DESPESA COM PESSOAL.

ORA, OBVIAMENTE NÃO É O CASO, VISTO QUE, NÃO SE TRATA DE NOVA DESPESA, NÃO SE TRATA DE AUMENTO DE DESPESA, QUANDO ESSE SERVIDOR RETORNA À FOLHA DE PAGAMENTO, EM QUE CONSTAVA, ANTES DO AFASTAMENTO.

PARA DEBATER ISSO, E VER QUAIS MEDIDAS PODEM SER TOMADAS NO SENTIDO DE CONSCIENTIZAR A SMS/RJ E O PREFEITO CRIVELLA, UMA REUNIÃO SERÁ REALIZADA HOJE, DIA 18/07/2017, NO (7o. ANDAR) - AUDITÓRIO DO HOSPITAL MUNICIPAL SALGADO FILHO NO MÉIER - 11 HORAS.

OUTROS ASSUNTOS DE INTERESSE DOS SERVIDORES SERÃO ABORDADOS.

VEJA O VÍDEO COM O VEREADOR PAULO PINHEIRO, QUE ESTÁ À FRENTE DA DEFESA DO PROJETO 40 HORAS.

Vereador Paulo Pinheiro· 
Comunicado aos funcionários do Hospital Salgado Filho: Reunião na próxima terça-feira, 18 de julho, às 11 horas, no auditório da unidade, para discutirmos uma estratégia de defesa do projeto 40 horas.

quinta-feira, 13 de julho de 2017

PREVI-RIO EXTINGUE BENEFÍCIO ÓRTESE & PRÓTESE ?!!!


É O QUE PARECE

A PREFEITURA VEM AOS POUCOS RETOMANDO O PAGAMENTO DE ALGUNS BENEFÍCIOS CONCEDIDOS AOS SERVIDORES.

Mas, em relação ao benefício ÓRTESE/PRÓTESE, não havia nenhuma sinalização nesse sentido. Vê-se agora, que ao consultar o site do Instituto, AS INFORMAÇÕES SOBRE O BENEFÍCIO FORAM RETIRADAS.

Ao invés da informação de que por hora o benefício estava suspenso, sem inscrições e sem liberação, surge CONTEÚDO NÃO ENCONTRADO.

Uma pena que o PREVI-RIO e o Prefeito CRIVELLA, tratem dessa forma, DESRESPEITOSA e DESUMANA, seus SERVIDORES.

AMPUTADOS E PORTADORES DE DEFICIÊNCIA AS MAIS DIVERSAS, encontravam nesse AUXÍLIO a oportunidade de VER, OUVIR se LOCOMOVER, com os equipamentos e aparelhos, que se não fosse através do PROGRAMA, jamais poderiam obter.

prefeitura.rio
Instituto de Previdência e Assistência - PREVI-RIO
Benefícios
Auxílio-Órtese e Prótese
Conteúdo não encontrado.

COMO SE VÊ, PARECE PURA BALELA, A PROMESSA DE "CUIDAR DAS PESSOAS".
*****************************************************************************

NÃO É DE HOJE QUE COBRAMOS !
RELEMBRE AQUI !

segunda-feira, 10 de julho de 2017

PREVI-RIO PAGA AUXÍLIO MEDICAMENTO E MORADIA - CONSULTE LOTE AQUI


LOTE REGULAR
Instituto paga Auxílios Moradia e Medicamento neste dia 10

10/07/2017

O Previ-Rio paga, nesta segunda-feira (10), o lote de Auxílios Medicamento e Auxílios Moradia para servidores do município, referente aos pedidos feitos no mês de junho. 

Serão depositados, nas contas dos destinatários, 416 Auxílios Medicamento e 68 Auxílios moradia, no valor global de cerca de R$ 100 mil.

O Auxílio Medicamento é de R$ 2.400, por ano, pago em 12 parcelas, para ajuda na compra de remédios especiais não fornecidos pela rede pública; já o Auxílio Moradia é de R$ 200, mensais, para custear despesas com aluguel por parte de servidores idosos e de baixa renda que não possuem casa própria.

O pagamento destes dois benefícios, que estava suspenso, desde o início do ano, por conta de questões orçamentárias, foi quitado no último dia 21 de junho. O lote de agora já é regular.

Outros benefícios assistenciais como Auxílios Natalidade; Auxílios Adoção; Auxílio Funeral e Pecúlio Post-Mortem, que também estavam pendentes, começaram a ser pagos no último dia 23 de junho, e, em breve, também, deverão ter o seu pagamento regular normalizado.

A listagem dos beneficiários deste lote pode ser conferida no link : Consulta Pagamentos.


terça-feira, 4 de julho de 2017

RECADASTRAMENTO DE APOSENTADOS E PENSIONISTAS DA PREFEITURA DO RIO - FINAL 7

O B R I G A T Ó R I O
Recadastramento anual dos inativos e pensionistas de final 7 começou neste dia 3 de julho
03/07/2017

ATENÇÃO SERVIDORES INATIVOS E PENSIONISTAS DO FUNPREVI

O prazo para o recadastramento dos servidores inativos e pensionistas do Funprevi, com final de matrícula 7, começou neste dia 3 de julho. 

O procedimento deve ser feito exclusivamente no Banco Santander, com apresentação de documento de identidade, CPF e qualquer contracheque dos últimos seis meses.

A convocação para o Recadastramento Anual é feita por número de matrícula. Os primeiros foram os segurados e pensionistas com final de matrícula 1, que tiveram o mês de janeiro para efetuar o recadastramento; os de final 2, em fevereiro; os de final 3, em março; o final 4 em abril; o final 5 em maio e o final 6 em junho.

Os outros finais seguirão o mesmo modelo: final 7 em julho/ 8 em agosto e assim por diante. O processo terminará em outubro.

Os servidores inativos e pensionistas de final 1, 2, 3, 4 e 5 que não efetuaram o seu recadastramento, no prazo definido, terão o seu pagamento suspenso, até que regularizem sua situação, comparecendo a qualquer agência do Banco Santander.

A reposição do pagamento será feita em folha suplementar, ou no máximo, na data da folha normal seguinte ao período em que for feita a regularização.

Quando o servidor ou o pensionista possuir duas matrículas, o recadastramento deverá ocorrer no mês referente ao final de matrícula mais próximo ao início do recadastramento. Não será admitido, em nenhuma hipótese, o recadastramento por procuração. 

Caso o servidor ou o pensionista não possa comparecer, por algum motivo, a uma agência do Banco Santander, deverá consultar as regras AQUI, ou entrar em contato com o Disque Servidor, no telefone: (21) 2599-4746, para que seja orientado sobre o procedimento a ser adotado. 

CALENDÁRIO DE RECADASTRAMENTO 2017
SERVIDOR INATIVO E PENSIONISTA

FINAL DE MATRÍCULA*
MÊS DE RECADASTRAMENTO
1
JANEIRO
2
FEVEREIRO
3
MARÇO
4
ABRIL
5
MAIO
6
JUNHO
7
JULHO
8
AGOSTO
9
SETEMBRO
0
OUTUBRO
   
OBSERVAÇÃO: Entende-se como "Final de Matrícula" o último algarismo antes do dígito verificador (ou sexto algarismo). 

Exemplo: 000.367-9 tem como final o algarismo 7 e como mês de recadastramento, julho.

As regras do Recadastramento 2017 para os inativos e pensionistas foram publicadas, no D.O Rio, do dia 29 de dezembro.

VEJA A PORTARIA DO RECADASTRAMENTO ANUAL 2017 AQUI
 

domingo, 2 de julho de 2017

PREFEITURA DO RIO NÃO VAI ADIANTAR PRIMEIRA PARCELA DO DÉCIMO TERCEIRO SALÁRIO EM 2017

GOVERNO CRIVELLA DIZ QUE NÃO TEM RECURSOS, E QUE VAI CUMPRIR A LEI

Por cumprir a LEI, entenda-se que a PREFEITURA DO RIO vai deixar de PAGAR agora em JULHO, a primeira parcela do 13o. salário. Essa antecipação, que é sempre ansiosamente aguardada pelos servidores municipais, não virá.

O governo Crivella, através de suas fontes de assessoria de comunicação disse que, só em NOVEMBRO sai a primeira parcela, e em dezembro, até o dia 20, o complemento.

Sobre o reajuste ANUAL dos servidores MUNICIPAIS - Regulamentado e obrigatório por força de LEI - também não há sinalização do governo CRIVELLA. A LEI, assegura o reajuste anual com base no IPCA-E, mas não estabelece uma data. Assim, da mesma forma que não pagar o décimo terceiro agora, o governo Municipal pode também só dar o reajuste a partir de dezembro.

Nos dois casos, estará dentro da LEI, mas, por certo, frustrando expectativas, e deixando de cumprir promessa de campanha.

Vamos acompanhar e conferir.

sexta-feira, 30 de junho de 2017

PREFEITURA DO RIO ADIA PAGAMENTO DE ACORDO DE RESULTADOS AOS SEUS SERVIDORES - DECRETO

PÉSSIMA NOTÍCIA
O único alento é que, o atual governo, do prefeito Marcelo Crivella, RECONHECE que deve PAGAR o que foi CONTRATADO / FIRMADO, entre a administração anterior e os servidores. 

O ACORDO DE RESULTADOS, ou DÉCIMO QUARTO SALÁRIO, deve ser pago em 2017, em relação as METAS ALCANÇADAS em 2016. O Governo de Eduardo Paes FIXOU o que QUERIA, e os SERVIDORES SE EMPENHARAM POR cumprir O ESTABELECIDO.

Na proporção do que de FATO foi alcançado, devem receber.

Vale ressaltar que, EDUARDO PAES criou, e ele mesmo se encarregou de desmoralizar o ACORDO DE RESULTADOS, pagando nos últimos dois ANOS, valores inferiores ao que realmente os SERVIDORES tinham DIREITO, e pior, sem nenhuma EXPLICAÇÃO CONVINCENTE.

O GOVERNO CRIVELLA NÃO FIXOU DATA PARA PAGAR O ACORDO DE RESULTADOS. SERÁ NO SEGUNDO SEMESTRE DO PRESENTE ANO

DECRETO RIO Nº 43324 DE 28 DE JUNHO DE 2017 

Altera o prazo previsto no art. 7° do Decreto Rio nº 41.904, de 28 de junho de 2016, que regulamenta as regras gerais para a celebração de Acordos de Resultados com Órgãos Públicos integrantes da Administração Direta e Contratos de Gestão com Entidades da Administração Indireta e estabelece os procedimentos a serem adotados para a percepção da gratificação relativa aos Acordos de Resultados e para a percepção da participação nos Lucros ou Resultados relativa aos Contratos de Gestão celebrados. 

O PREFEITO DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO, no uso de suas atribuições que lhe são conferidas pela legislação em vigor, e CONSIDERANDO a delicada situação econômica e financeira por que passa o Município; CONSIDERANDO a necessidade da adoção de maiores medidas de controle e CONSIDERANDO a necessidade de se adotar medidas de reorganização e estabilização das finanças públicas; DECRETA: 

Art. 1º O art. 7º do Decreto Rio nº 41.904, de 28 de junho de 2016, passa a ter a seguinte redação: 

“Art. 7º A gratificação pelo exercício de encargos especiais / participação nos Lucros ou Resultados disciplinada neste Decreto deverá ser paga em parcela única, até o término do segundo semestre do ano seguinte ao de vigência do Acordo de Resultados / Contrato de Gestão.” 

Art. 2º Este Decreto entra em vigor na data da sua publicação. 
Rio de Janeiro, 28 de junho de 2017; 453º ano da fundação da Cidade. 
MARCELO CRIVELLA

domingo, 25 de junho de 2017

PREFEITURA DO RIO PODE CONTRATAR NOVO EMPRÉSTIMO JUNTO `A CAIXA ECONÔMICA FEDERAL

Aprovado empréstimo R$ 652 milhões para a Prefeitura

Foto: ASCOM

A Câmara do Rio aprovou em segunda discussão, nessa quinta-feira (22), o Projeto de Decreto Legislativo n° 22/2017, de iniciativa da Comissão de Justiça e Redação, que autoriza o Poder Executivo a contratar empréstimo com a Caixa Econômica Federal até o montante de R$ 652 milhões.

Os recursos deverão ser aplicados em despesas de capital, como projetos que já estão em andamento na cidade, e permitirão abreviar o tempo para a realização das intervenções e melhorar a qualidade de vida do carioca. Poderão ser ofertadas como garantia as cotas de repartição constitucional, receitas próprias de impostos e outras formas estabelecidas pelo direito.

Líder do governo, o vereador Paulo Messina (PROS) afirmou que parte do recurso será destinada para a conclusão de obras, sendo que R$ 150 milhões serão utilizados para concluir escolas. "O prefeito Marcelo Crivella herdou a prefeitura com R$ 3 bilhões esse ano e, por meio da redução de despesas, conseguiu economizar R$ 2 bilhões, sendo este empréstimo o valor que falta para fechar o orçamento", afirmou o parlamentar.

Contrário à medida, o vereador Leandro Lyra (Novo) afirmou que "em tempos de crise fiscal, de alto endividamento da prefeitura e de dificuldades para se manter o equilíbrio exigido pela Lei de Responsabilidade Fiscal, aprovar um empréstimo sem a definição de prazo, juros e fontes de custeio não é coerente. Não estamos em momento de ampliar o déficit público."

NOTA DO BLOG: Empréstimo é sempre o último recurso. No presente caso, é isso o que se vê. Inclusive, parte do que a PREFEITURA vai receber, será utilizado para pagar outro empréstimo com a CAIXA, que prestes a vencer poderia trazer sérios problemas se não fosse quitado. A maior parte vai para OBRAS, iniciadas e sem FONTE DE CUSTEIO para seu andamento.