Google+ Followers

Anúncio Google

segunda-feira, 9 de abril de 2018

SAÚDE TERMINAL - FALTAM MÉDICOS NOS HOSPITAIS MUNICIPAIS DO RIO DE JANEIRO - CONTRATAÇÕES PRECÁRIAS NÃO RESOLVEM


Saúde lança edital com processo seletivo para médicos temporários

A Secretaria Municipal de Saúde abre hoje, dia 9, processo seletivo para a contratação temporária de médicos especialistas para a rede de atenção hospitalar do município do Rio. 

Ao todo, serão 67 vagas em caráter emergencial. 

As oportunidades abertas são para especialistas em anatomia patológica, anestesiologia, cardiologia, cirurgia pediátrica, cirurgia vascular, clínico geral, geriatria, médicos intensivistas adulto e infantil, neonatologia, neurocirurgia, obstetrícia, ortopedia, pediatria, psiquiatria e radiologia. 

A seleção será feita a partir das análises dos currículos dos profissionais inscritos e o resultado deverá ser divulgado em maio. Os interessados devem se inscrever até o dia 20 de abril na sede da Prefeitura do Rio, das 9h às 17h. 

A jornada de trabalho será de 24 horas semanais, com remuneração de R$ 6.681,48, exceto para os especialistas em neurocirurgia, ortopedia e radiologia, que receberão R$ 7.707,44. 


OPINIÃO
Medida paliativa que nem mesmo minimiza a falta de profissionais nas EMERGÊNCIAS e ENFERMARIAS, além de AMBULATÓRIOS e CENTROS DE IMAGEM.

CONTRATAÇÕES TEMPORÁRIAS, PRECÁRIAS, que não dão segurança para se FORMAR VERDADEIRAS EQUIPES DE PLANTÕES NAS EMERGÊNCIAS, dificultam o PLANEJAMENTO e a REGULARIDADE dos serviços e atendimentos prestados à população.

Ter médicos, enfermeiros, demais profissionais de saúde, VINCULADOS DE FORMA PERMANENTE e, portanto, com SEGURANÇA para a UNIDADE de SAÚDE e para o PROFISSIONAL, é o que pode mudar esse quadro.

3 comentários:

  1. Mais uma das operacoes "tapa buracos" da prefeitura. Os salarios oferecidos sao baixos quando comparados ao que podem ganhar em seus consultorios particulares. Serao duas consequencias: medicos de baixa qualidade os quais nao tem clientela e uns outros que vao receber o salario e nao cumprir carga horaria. Medidas emergenciais e sem futuro. Somente pra mostrar a populacao que algo foi feito. So balelas e mal gerenciamento. Muito frustrante...

    ResponderExcluir
  2. BOM DIA

    Enquanto a questão de RECURSOS HUMANOS não for revista, não tem solução para a saúde pública.

    OSs são embuste, TERCEIRIZAÇÃO não funciona.

    ResponderExcluir
  3. ELES DESMONTARAM AS EQUIPES DAS CLÍNICAS DE FAMÍLIA

    ResponderExcluir

Você é bem vindo e seu comentário e opinião muito importantes. Você é responsável pelo que escreve. Nos reservamos o direito de, detectado conteúdo ofensivo, injurioso, promotor de ódio ou propaganda irregular de produtos e serviços, deletar tais comentários. Agradecemos sua presença, volte sempre.